A palavra hormônio é derivada do verbo grego horman que significa “agitar” ou “excitar”. Os hormônios são secretados por células específicas conhecidas por células endócrinas. A composição dos hormônios é predominantemente química e por isso são classificados em três grupos: peptídicos, amínicos e esteróides.

Os hormônios peptídicos podem ter de 3 a 200 resíduos de aminoácidos. Os hormônios amínicos são derivados do aminoácido tirosina. Os hormônios esteróides são derivados do colesterol.

Muitos tipos de hormônios são atualmente sintetizados em laboratório e, pelo fato de serem substâncias químicas, são cristalizáveis.

As fotos que se seguem foram obtidas por microscopia de polarização e colorizadas por computador.

Cristais de hormônio cortisona produzido sinteticamente.  O cortisona é produzido na cortex adrenal, e é secretado quando a pessoa está exposta a estresse, principalmente.

Cristais de hormônio cortisona produzido sinteticamente.
O cortisona é produzido na cortex adrenal, e é secretado quando a pessoa está exposta a estresse, principalmente.

Cristais de Estriol. O estriol é um hormônio feminino excretado na urina durante o estágio final de gestação.

Cristais de Estriol. O estriol é um hormônio feminino excretado na urina durante o estágio final de gestação.

Cristais de Estrona. A estrona é um hormônio estrogênico produzido pelas células foliculares do ovário.

Cristais de Estrona. A estrona é um hormônio estrogênico produzido pelas células foliculares do ovário.

Hormônio Progesterona é um esteróide produzido no corpo lúteo, placenta, testículo e adrenais. Tem importante função na fase lútea do ciclo menstrual e na manutenção da gestação. É um produto intermediário na biosíntese de androgênio, estrogênio e corticóides

Hormônio Progesterona é um esteróide produzido no corpo lúteo, placenta, testículo e adrenais. Tem importante função na fase lútea do ciclo menstrual e na manutenção da gestação. É um produto intermediário na biosíntese de androgênio, estrogênio e corticóides

Cristais de Testosterona. O hormônio testosterona é produzido na maturação sexual. Sua síntese é estimulada por certos hormônios gonadotrópicos. Após a síntese, a testosterona sofre mudanças no fígado, onde é convertido no hormônio androsterona e outras substâncias.

Cristais de Testosterona. O hormônio testosterona é produzido na maturação sexual. Sua síntese é estimulada por certos hormônios gonadotrópicos. Após a síntese, a testosterona sofre mudanças no fígado, onde é convertido no hormônio androsterona e outras substâncias.

Hormônio Tiroxina produzido pela glândula tireóide. A tiroxina participa na regulação do metabolismo e do crescimento. A diminuição da função da tireóide reduz a atividade metabólica, causando distúrbios mentais. O aumento da função da tiroxina eleva o grau de atividade metabólica.

Hormônio Tiroxina produzido pela glândula tireóide. A tiroxina participa na regulação do metabolismo e do crescimento. A diminuição da função da tireóide reduz a atividade metabólica, causando distúrbios mentais. O aumento da função da tiroxina eleva o grau de atividade metabólica.

Cristais do hormônio Noradrenalina. A noradrenalina é produzida na medula adrenal, estimula o coração contraindo as paredes dos vasos, inibe os movimentos intestinais, e tem discreto efeito na atividade metabólica.

Cristais do hormônio Noradrenalina. A noradrenalina é produzida na medula adrenal, estimula o coração contraindo as paredes dos vasos, inibe os movimentos intestinais, e tem discreto efeito na atividade metabólica.

Cristais do hormônio insulina produzido sinteticamente. A insulina é produzida no pâncreas e é necessária para o metabolismo de açúcar. Alterações na produção de insulina está relacionada com diabetes.

Cristais do hormônio insulina produzido sinteticamente. A insulina é produzida no pâncreas e é necessária para o metabolismo de açúcar. Alterações na produção de insulina está relacionada com diabetes.

Prof. Dr. Paulo Cesar Naoum
Professor Titular da Universidade Estadual Paulista-UNESP