Homem com 35 anos de idade e há 15 anos diagnosticado como portador de Doença de Crohn foi submetido a várias cirurgias nos últimos dez anos. Sua mais recente cirurgia envolveu a ressecção e anastomose do intestino delgado. Os exames realizados recentemente mostraram os seguintes resultados:

 

Resultados

Normalidade

Unidade

Hemoglobina:

8,9

12,0 – 17,0

g/dL

HCM:

27,0

27,0 – 32,0

pg

VCM:

92,0

77,0 – 92,0

fl

RDW:

20,0

12,0 – 15,0

%

Leucócitos:

9,7

4,0 – 11,0

x 109/L

Plaquetas:

398,0

150,0 – 400,0

x 109/L

Ferro Sérico:

9,0

11,0 – 32,0

mmol/L

Ferritina:

10,0

12,0 – 200,0

mg/L

CTLFe (TIBC):

80,0

42,0 – 80,0

mmol/L

Vt. B12:

12,0

> 150

ng/L

Folatos:

1,8

> 2,0

mg/L

 

Pergunta-se: Como você interpreta esses resultados? 

Resposta: O homem com doença de Crohn tem anemia normocítica e normocrômica. O RDW elevado indica que há aniso-poiquilocitose. Ele tem deficiência de ferro, vit. B12 e folatos. A doença de Crohn é uma inflamação do intestino envolvendo todo o trato gastro-intestinal e, consequentemente, prejudica a absorção de ferro, folatos e vit. B12. Pelo fato de ter deficiências de ferro, folatos e vit. B12 os índices hematimétricos (VCM e HCM) se apresentaram normais. É importante lembrar que na deficiência de ferro o HCM e VCM diminuem, e na deficiência de B12 e folatos o VCM aumenta e o HCM permanece normal.