ARTIGOS DE HEMOTERAPIA – BANCO DE SANGUE

ARTIGOS – BANCO DE SANGUE

Escolha o tema de sua preferência:

    1. CRIOPRESERVAÇÃO DE PLAQUETAS
    2. INCIDENTES TRANSFUSIONAIS – REAÇOES IMEDIATAS E TARDIAS
    3. O USO DO TESTE DE ÁCIDOS NUCLEICOS
    4. FREQUÊNCIA ABO E FATOR RH EM DOADORES DE BANCO DE SANGUE
    5. CONTAMINAÇÃO BACTERIANA EM CONCENTRADOS PLAQUETÁRIOS
    6. SORO PREVALÊNCIA NOS TESTES SOROLÓGICOS DE BANCO DE SANGUE
    7. ANÁLISES DAS PRINCIPAIS CAUSAS DE INAPTIDÃO PARA DOAÇÃO DE SANGUE
    8. UTILIZAÇÃO DO PLASMA RICO EM PLAQUETAS
    9. PRODUÇÃO DE HEMOCOMPONENTES
    10. TRALI LESÃO PULMONAR AGUDA RELACIONADA A TRANSFUSÃO
    11. IMPORTÃNCIA DO NAT NA SEGURANÇA TRANSFUSIONAL
    12. HEMOCOMPONENTES PRODUÇÃO, PROCEDIMENTOS ESPECIAIS E USO CLÍNICO
    13. DIFERENTES METODOLOGIAS EMPREGADAS EM EMOCENTROS PARA TRIAGEM DE HEPATITE C EM DOADORES
    14. ALOIMUNIZAÇÃO EM PACIENTES TRANSFUNDIDOS COM CONCENTRADOS DE HEMACIAS
    15. A IMPORTÂNCIA DO TESTE DE ÁCIDO NUCLEICO NAT NOS VANCOS DE SANGUE DO BRASIL
    16. PREVALÊNCIA DAS ALTERAÇÕES SOROLÓGICAS EM DOADORES DE SANGUE NO BANCO SANGUE DE MARINGÁ – PR
    17. REAÇÕES TRANSFUSIONAIS IMEDIATAS
    18. PERCENTUAL DOS GRUPOS SANGUINEOS ABO E RHD EM RELAÇÃO A GRUPOS ÉTNICOS EM UM BANCO DE SANGUE NA CIDADE DE MARINGÁ – PR NO PERÍODO DE 2011
    19. ESTUDO COMPARATIVO DA PREVALÊNCIA DAS CAUSAS DE INAPTIDÃO TEMPORÁRIA EM DOADORES DE SANGUE
    20. AVALIAÇÃO LABORATORIAL DAS LESÕES DE ARMAZENAMENTO DURANTE A CONSERVAÇÃO DE SANGUE TOTAL
    21. AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO DOS PROFISSIONAIS DA ENFERMAGEM EM HEMOTERAPIA E SEGURANÇA TRANSFUSIONAL EM UM HOSPITAL EM MONTES CLAROS – MG
    22. AVALIAÇÃO DE ENSAIO QUIMIOLUMINESCENTE AUTOMATIZADO EM ROTINA DE TRIAGEM SOROLÓGICA DE DOADORES DE SANGUE DO HOSPITAL FEDERAL DOS SERVIDORES DO ESTADO – RJ
    23. REAÇÕES TRANSFUSIONAIS
    24. TRANSFUSÃO SANGUÍNEA E UTILIZAÇÃO DE HEMODERIVADOS EM RECÉM-NASCIDOS
    25. O IMPACTO DO TESTE NAT NA DOAÇÃO DE SANGUE
    26. O MANEJO DA REFRATARIEDADE PLAQUETÁRIA
    27. ANÁLISE DE POSSÍVEL AUMENTO DA TAXA DE MORBOMORTALIDADE E POSSÍVEIS COMPLICAÇÕES ASSOCIADAS À TRANSFUSÃO DE CONCENTRADO DE HEMÁCIAS EM PACIENTES CARDIOVASCULARES
    28. ENTENDIMENTO SOBRE O PROCESSO DO CICLO DO SANGUE PARA SEGURANÇA DO PACIENTE NA TERAPIA TRANSFUSIONAL
    29. DIFICULDADES TRANSFUSIONAIS NOS PACIENTES PORTADORES DE DOENÇA FALCIFORME
    30. REAÇÃO TRANSFUSIONAL COM FOCO NA TRALI
    31. PARÂMETROS TRANSFUSIONAIS PARA SÍNDROME HELLP
    32. TECNOLOGIA DE REDUÇÃO DE PATÓGENOS
    33. PROCESSO HEMOTERÁPICO E AS INDICAÇÕES DE BOLSA FILTRADA
    34. AFÉRESE TERAPÊUTICA, REVISÃO
    35. IMPORTÂNCIA DA PESQUISA DE ANTICORPOS IRREGULARES EM PACIENTES COM NECESSIDADE TRANSFUSIONAL
    36. REAÇÕES TRANSFUSIONAIS POR CONTAMINAÇÃO BACTERIANA DOS HEMOCOMPONENTES
    37. FREQUÊNCIA DE ANTICORPOS IRREGULARES EM DOADORES DE SANGUE EM UM BANCO DE SANGUE PRIVADO, DO DISTRITO FEDERAL